Adesão à Greve de 21 de junho de 2017

O Sindicato dos Professores da Madeira vem, por este meio, informar que na Assembleia Geral de Sócios, realizada no dia 12-06-2017, pelas 16h, nos termos do artigo 21, ponto 1, alínea h, dos estatutos do Sindicato dos Professores da Madeira, foi votada por unanimidade a proposta da Direção de adesão à greve de 21 de …

Partilha:

PETIÇÃO – Língua Gestual Portuguesa (LGP)

25Colega, A Língua Gestual Portuguesa (LGP) é reconhecida como terceira língua oficial de Portugal desde 1997. Os professores que lecionam esta Língua têm os mesmos deveres que os outros professores mas como não existe o grupo de recrutamento de LGP os colegas são contratados, todos os anos, como técnicos especializados e não como professores. A …

Partilha:

Manifesto de combate às causas do stress profissional na docência

Reunidos cento e setenta docentes no seminário “Desgaste Profissional Docente: Causas, Consequências, Medidas a Tomar”, nos dias 15 e 16 de julho de 2016, no auditório do Sindicato dos Professores da Madeira, elaborou-se o seguinte manifesto reivindicativo e de ação (ver ainda notícia sobre o seminário: Ação coletiva para reduzir stress e mudar a escola). …

Partilha:

1.º ano de Governo: condições de trabalho agravadas

O XII Governo Regional da Madeira faz um ano neste 20 de abril. No que toca à Educação, o Sindicato dos Professores da Madeira, embora releve a «cultura de diálogo e compromisso (pág. 17)» construtivos com os parceiros sociais, acaba por fazer um balanço insatisfatório da governação do setor, a avaliar por alguns sinais e …

Partilha:

99% dos despedimentos por má atitude e comportamento

As questões comportamentais estão no centro dos critérios de contratação das empresas e de manutenção do emprego por parte do trabalhador. Jaime Morais Sarmento, diretor de Recursos Humanos do Grupo Pestana, o maior grupo hoteleiro português e já entre os maiores da Europa, no final da sua intervenção, na primeira das Novas Conferências do Casino, …

Partilha:

Fenprof exige medidas contra indisciplina

Em comunicado, replicado em baixo, a FENPROF afirma: «a indisciplina encontra-se instalada no quotidiano das salas de aula, como ainda recentemente foi confirmado por relatório internacional que refere que os docentes portugueses são dos que passam mais tempo, na aula, a criar condições para que a mesma se desenvolva com normalidade.» Recorde-se a notícia do …

Partilha: