𝗔 𝗮𝗻𝗼𝗿𝗺𝗮𝗹𝗶𝗱𝗮𝗱𝗲 𝘃𝗶𝗿𝗼𝘂 𝗿𝗼𝘁𝗶𝗻𝗮…

E de repente, graças ao Covid-19, o mundo virou do avesso, o normal tornou-se anormal e o anormal tornou-se a rotina. Na Educação, registaram-se mudanças tão rápidas quanto inesperadas, priorizando-se o ensino à distância, o uso das novas tecnologias e o trabalho autónomo. Lancemos então uma breve reflexão sobre os intervenientes neste processo forçado de …

Partilha:

𝗧𝗲𝗹𝗲𝘁𝗿𝗮𝗯𝗮𝗹𝗵𝗼

No momento em que leem estas breves palavras, a minha família e eu estamos a cumprir o 19.º dia de isolamento social. Uau! Quem diria que seríamos capazes de estar uma quinzena consecutiva em casa, sem sair! Acabaram os despertares apressados, as frases gastas e viciadas “Despacha-te! Come! Traz a mochila! Vamos! Não nos podemos …

Partilha:

𝗕𝗼𝗺 𝘀𝗲𝗻𝘀𝗼, 𝗿𝗲𝗮𝗹𝗶𝘀𝗺𝗼 𝗲 𝗽𝗿𝗶𝗼𝗿𝗶𝗱𝗮𝗱𝗲 𝗮𝗼 𝗽𝗿𝗶𝗼𝗿𝗶𝘁á𝗿𝗶𝗼*

Em momentos de emergência colectiva, o bom senso, a racionalidade e o sentido prático devem imperar. A histeria, que se traduz, por exemplo, na aquisição de bens não essenciais à sobrevivência, e, por outro lado, fingir a normalidade, mantendo a orquestra a tocar enquanto o navio afunda, serão contraproducentes, porque ambas são respostas desadequadas perante …

Partilha:

𝗘𝘀𝗽𝗲𝗿𝗮𝗻ç𝗮

Os dias que hoje vivemos são tudo menos “normais”. Em pouco mais de uma dúzia de dias, passámos da nossa rotina habitual, em que íamos para a escola trabalhar, para uma situação de isolamento social, nada típica em profissões que, como a nossa, implicam o contacto com várias pessoas. Dias em que acordávamos, nos preparávamos …

Partilha:

𝗔 𝗣𝗔𝗡𝗗𝗘𝗠𝗜𝗔 𝗡Ã𝗢 É 𝗗𝗘𝗠𝗢𝗖𝗥Á𝗧𝗜𝗖𝗔

Por um momento, esqueçamos o COVID-19 e olhemos o mundo, sem as lentes do isolamento. Se o fizermos, veremos facilmente as injustiças que grassavam pelo mundo antes da pandemia e que o ponto do qual partimos para um isolamento, necessário e responsável, não é o mesmo para toda a gente. Afinal, esta pandemia não é …

Partilha:

𝗣𝗮𝗿𝗮 𝗮𝗹é𝗺 𝗱𝗼 𝗖𝗼𝘃𝗶𝗱-𝟭𝟵

Estamos a viver todos, um tempo de que não há memória na nossa história coletiva contemporânea, porventura, desde a 2ªguerra mundial. Se fizermos uma pesquisa sobre as últimas pandemias mundiais, que muitos por mera curiosidade ou informação necessária já devem ter feito, dar-nos-emos conta dos infelizes números mortais pelos quais já passamos, mas é esta …

Partilha:

𝗧𝗥𝗔𝗕𝗔𝗟𝗛𝗢 𝗗𝗢𝗦 𝗘𝗗𝗨𝗖𝗔𝗗𝗢𝗥𝗘𝗦 𝗗𝗨𝗥𝗔𝗡𝗧𝗘 𝗔𝗦 𝗠𝗘𝗗𝗜𝗗𝗔𝗦 𝗧𝗢𝗠𝗔𝗗𝗔𝗦 𝗣𝗢𝗥 𝗣𝗥𝗘𝗖𝗔𝗨ÇÃ𝗢 𝗗𝗢 𝗖𝗢𝗩𝗜𝗗-𝟭

Como sequência dos últimos acontecimentos e com as escolas de portas (quase) fechadas, os professores vêem o seu trabalho ser condicionado e realizado a partir das suas residências, tentando, sobretudo, que os alunos não desmotivem nem deixem de estar a par dos conteúdos que deveriam ser trabalhados, pelo menos até à interrupção da Páscoa. Se …

Partilha:

Fica em casa

#𝗙𝗶𝗰𝗮 𝗲𝗺 𝗰𝗮𝘀𝗮#Fica em casa por ti, mas sobretudo pelos outros. Existe neste gesto muito significado: o de salvaguardar um bem coletivo que é a saúde de todos.Sem dúvida, fomos todos apanhados de surpresa (uns mais do que outros). No entanto, hoje, ninguém pode ignorar este cenário que, ainda há bem pouco tempo, era pouco provável. …

Partilha:

Permitam que me apresente

Acabo de nascer; o meu nome é PROF#ficaemcasa#. O meu pai é o PROF, a maior referência das muitas publicações dos 42 anos de vida do SPM. O meu nascimento não foi programado; sou fruto de um momento histórico da humanidade que poucos previram e para o qual ninguém estava preparado.Nasci com uma missão: trazer-vos, …

Partilha: