home Notícias Seminário sobre stress com recorde de inscrições

Seminário sobre stress com recorde de inscrições

O desgaste dos professores, decorrente do agravamento das condições de trabalho e da erosão simbólica, social e material da classe docente nas últimas décadas, além do stress “normal” inerente à profissão, conduziu à realização do seminário intitulado “Desgaste Profissional Docente: Causas, Consequências, Medidas a Tomar”, nos dias 15 (09h00-18h30) e 16 (09h00-13h30) de julho de 2016, no auditório do Sindicato dos Professores da Madeira (cartaz e programa para consulta).

Com um recorde tanto no número de inscritos como na rapidez da chegada das inscrições, o seminário/formação totaliza 13 horas, já validadas pela Direção Regional de Educação. A iniciativa, que se destina a docentes de todos os grupos de recrutamento, é gratuita para os sócios do SPM, custa 15 euros para os não sócios e 3 euros para os estudantes da Universidade da Madeira.

Enquadramento do seminário

Além do importante contributo, de viva voz, dos professores presentes, sobre a sua vivência profissional concreta, no terreno, na escola e na sala de aula, contamos com especialistas na área da psicologia e sociologia que nos ajudarão a compreender melhor o estado atual da profissão docente, com elevados níveis de stress e burnout.

Tudo para chegar a propostas e medidas concretas de ação. No sentido da resolução dos problemas no presente (e não de promessas, esperas ou adiamentos para um futuro abstrato). E assim poder-se falar ao coração dos professores, que precisam de alento real traduzido no seu quotidiano profissional.

Interessa que os problemas sejam assumidos e as causas combatidas, em lugar de desviar-se as questões para as características de personalidade, psicológicas e profissionais do professor ou então ou ficar-se por repetidos e diagnósticos. Contudo, teremos também preletores que deixarão algumas dicas, no âmbito da ação individual, para ajudar a atenuar os elevados (diríamos mesmo insustentáveis) níveis de stress na profissão docente, nos tempos que correm.

Programa do dia 15 de julho

No dia 15 de julho, após a receção e entrega de documentação aos formandos, participantes e convidados às 08h45, Francisco Oliveira, Coordenador do SPM, faz a abertura do seminário.

Segue-se a palestra “Voz ao silêncio e solidão na profissão docente” feita por um professor do 3º Ciclo do Ensino Básico e Secundário na RAM, Nélio Sousa, que ilustrará os principais factores de stress nas atuais condições de trabalho nas escolas e salas de aula. Uma abordagem do estado da docência, que não pode ficar no silêncio e na solidão da profissão. Será o mote para a reflexão, para os professores presentes darem conta das suas próprias experiências e até como “aquecimento” para as intervenções que se seguirão dos especialistas convidados.

Stress: De Mecanismo de Sobrevivência a Transtorno de Vida” é o tema da conferência de Marcelino Mota, psicólogo clínico, especializado em Terapia Comportamental e Cognitiva, que se inicia pelas 11h20. Após o debate tem lugar a interrupção para almoço às 13h30.

Segue-se, uma hora depois, Saul Neves de Jesus, professor catedrático de psicologia da Universidade do Algarve, que coordena o grupo de investigação “Bem-Estar na Sociedade”. O título da sua preleção: “Do mal-estar ao bem-estar docente“. O intervalo está previsto para as 16h30, após o tempo de debate.

Os trabalhos são retomados meia hora depois com a intervenção de Diva Fernandes, psicóloga (com especialização na área da Educação, formadora na área da Psicologia da Educação na RAM), que abordará “O Burnout na prática docente – prevenção, avaliação e intervenção“. Fim do primeiro dia do seminário acontece às 18h30.

Programa de 16 de julho de manhã

O dia 16, sábado, arranca às 09h00 com a preleção de Sofia Henriques, educóloga, coach e formadora na área do desenvolvimento pessoal na RAM. “EUSTRESS: Eu Quero, Eu Posso, Eu Consigo!” é o tema da conferência.

Segue-se “Guerra e Paz na Sala de Aula” com Carlos Alberto Gomes, professor doutor de sociologia da Educação da Universidade do Minho, com intervalo previsto para as 11h00. Haverá depois um período de debate e de construção de propostas de ação, isto é, medidas concretas a tomar de combate ao stress na profissão docente e melhoria das condições de trabalho na escola e sala de aula.

O encerramento do seminário/formação será feito por Micaela Santos, diretora do Centro de Formação do SPM. A conclusão dos trabalhos acontece às 13h30.

Nota:

As inscrições foram encerradas antes do prazo inicialmente previsto devido ao seu elevado número (acima de 200) e a capacidade do auditório do SPM. Recordamos que as últimas inscrições aceites ficaram condicionadas a uma seleção, decorrente do processo de confirmação das presenças dos inscritos dentro da lotação do auditório. No caso de lugares disponíveis por alguma não confirmação/desistência, foram contactados os colegas de acordo com a ordem de inscrição. Agradecemos o interesse nas nossas atividades formativas e lamentamos não termos aceite todas as inscrições por razões imperativas de lotação do auditório, para o qual apelamos à vossa compreensão.

Cartaz

Programa

Partilha:
TAGS:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

centro de formacao
regalias